Sem local para treinos, Atlético chega a Cuiabá só no sábado

Regulamento prevê que equipes devem chegar ao local da partida 3 dias antes

O Atlético-MG programou a viagem para Cuiabá apenas no sábado, dia 19, véspera da decisão da Supercopa do Brasil, contra o Flamengo. A agenda do clube durante esta semana foi divulgada nesta segunda-feira.

De acordo com a assessoria do Galo, a delegação só chegará à capital mato-grossense um dia antes da partida por questão de logística e falta de estrutura de treinamento no local. O CT do Cuiabá foi reservado pelo Flamengo.

“Na semana passada, quando se definiu Cuiabá como palco do jogo, o Atlético buscou informações sobre locais de treinamento. Para ir três dias antes, o ideal para uma boa preparação é que haja campo, academia, equipamentos de fisioterapia, fisiologia etc. Na ausência de local que atendesse a essas necessidades, o clube ponderou isso com a CBF e comunicou que irá viajar no sábado à tarde, após o treino da manhã na Cidade do Galo”, diz a nota do clube.

O regulamento da Supercopa determina a chegada das equipes à cidade-sede com três dias de antecedência. No sábado, haverá ainda uma coletiva com o treinador e o capitão dos times. No sábado passado, o ge informou que o clube mineiro tentava a flexibilização do regulamento da competição.

Atlético e Flamengo protagonizam uma disputa nos bastidores do torneio antes mesmo da definição de Cuiabá como sede.

Após o anúncio da capital do Mato Grosso, a diretoria atleticana levantou a suspeita de que o Flamengo tinha recebido informações privilegiadas, uma vez que o clube carioca se antecipou e reservou o que é considerado o melhor hotel da cidade.

O Rubro-negro argumenta que, por precaução, fez reservas em todas as cidades para as quais se cogitava a realização da partida.

Atlético e Flamengo decidem o título no próximo domingo, 20, às 16h, na Arena Pantanal. O torneio coloca frente a frente o campeão do Campeonato Brasileiro e o vencedor da Copa do Brasil. Como o Atlético ergueu os dois troféus, o regulamento prevê que o vice do Brasileirão, no caso o Flamengo, fique com uma das vagas.

Fonte: Folhamax