Vinte e um procuradores e promotores de MT receberam acima de R$ 100 mil; veja lista

Dados divulgados no Portal da Transparência do Ministério Público Estadual (MPE/MT) indicam que 21 membros da instituição ganharam no mês de dezembro de 2016 valores que superam a quantia de R$ 100 mil (remuneração bruta) considerando a somatória de 13º salário, além de gratificações. No total, a reportagem avaliou os dados disponibilizados de 247 profissionais entre promotores e procuradores.

A análise das informações mostra que apenas um profissional do MPE recebeu valor inferior ao vencimento limite no país, que é de R$ 33.763,00, valor pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).  A lista pública dos salários mostra que o maior provento pago naquele mês chegou a quantia de R$ 121.844,44 (valor bruto) destinado ao procurador de Justiça, José Medeiros.

Pela listagem, a promotora de Justiça substituta, Natália Guimarães Ferreira, de São Félix do Araguaia, foi a única a receber abaixo do teto, recebendo a quantia de R$ 31.023,63 bruto.

A remuneração inicial de um promotor público no MPE mato-grossense é de R$ 24.818,71. Na última etapa da carreira (procurador de justiça), o salário do profissional chega a R$ 30.471,11.

Procurada a assessoria do Ministério Público Estadual (MPE) informou a reportagem do Olhar Jurídico que os acréscimos dispostos nas tabelas são referentes aos pagamentos de URV (Unidade Real de Valor) atrasadas, além de gratificações (quando os profissionais atuam em substituição a colegas em caso de férias). Explicou ainda que existem acréscimos aos que desempenham função em cargos de confiança e pagamentos diversos que englobam o auxílio vale-alimentação, auxílio-moradia, auxílio livros, remunerações retroativas e as duas férias anuais.

Veja tabela dos membros do MPE que receberam mais de R$ 100 mil (valor bruto)

1 – Ana Cristina Bardusco Silva (promotora) R$ 107,684.89

2 – Ana Luiza Ávila Peteline de Souza (promotora) R$ 115,790.20

3 – Audrey Thomáz Ility (promotor) R$ 115.790,20

4 – Carlos Henrique Richter (promotor) R$ 101.316,43

5 – Daniele Crema da Rocha de Souza (promotor) R$ 110.068,00

6 – Edmilson da Costa Pereira (procurador de Justiça) R$ 101.164,09

7 – Eliana Cícero de Sá Maranão Ayres (procuradora de Justiça) R$ 101.164.09

8 – Fernanda Pawelec Vieira (promotor) R$ 115.790,20

9 – Gilberto Gomes (promotor) R$ 107,684.89

10 – Hélio Fredolino Faust (corregedor geral) R$ 110.305,41

11 – José Medeiros (procurador) R$ 121.884.44

12 – Kátia Maria Aguilera Rispoli (procuradora) R$113,352.53

13 – Luiz Alberto Esteves Scaloppe (procurador) R$ 101,164,10

14 – Maísa Fidelis Gonçalves Pyramides (promotora) R$ 101.316,43

15 – Mara Lígia Pires de Almeida Barreto (procuradora) R$ 113.352,53

16 – Marcelly Rodrigues da Costa e Faria (promotora) R$ 101.316,43

17 – Naume Denise Nunes Rocha Muller (procuradora) R$ 113.352,53

18 – Paulo Roberto Jorge Duprado (procurador) R$103.601,77

19 – Rosana Marra (promotora) R$ 101.316.43

20 – Sasenazy Soares da Rocha Daufenbach (promotora) R$ 115.790,20

21 – Vivien Thomáz Ility (promotora) R$ 115.790,20

MPE-MT.jpg

Fonte: FolhaMax

Leave a Comment